DISCIPLINA POSITIVA

A disciplina Positiva é baseada na psicologia humanista de Alfred Adler e Rudolf Dreikurs e fundada de acordo com os princípios de dignidade e respeito mútuo.

É considerada um excelente modelo de abordagem parental, sendo um modelo de sucesso utilizado em mais de 60 países.

Veja abaixo as diretrizes da Psicologia Positiva.

  • CAMINHO DO MEIO – A proposta da Disciplina Positiva é ser um caminho do meio na educação das crianças: nem uma educação rígida, autoritária e punitiva, nem uma educação permissiva, na qual a criança faz o que quer na hora que quer.
  • LIDAR COM COMPORTAMENTOS DESAFIADORES DE MANEIRA FIRME E GENTIL. Ser gentil e firme ao mesmo tempo significa que seremos firmes estabelecendo os limites importantes e necessários, de acordo com os nossos valores, mas faremos isso sempre de maneira gentil.

EX.: SEI QUE VOCÊ GOSTARIA DE COMER ESSE DOCE AGORA, POREM ESTÁ PERTO DO ALMOÇO E PODERÁ ATRAPALHAR O SEU APETITE. EU TE ENTENDO.

SINTO ISTO AS VEZES.

  • ORDEM COM LIBERDADE. Oferecendo escolhas limitadas, ou seja, definindo previamente opções viáveis para que a criança faça a sua escolha, dentro dos limites que demonstrem respeito por todos.

  • FOCO NA SOLUÇÃO DE PROBLEMAS. É claro que haverá problemas e grandes desafios nas nossas jornadas como pais e mães. As crianças vão mexer onde não devem, vão fazer birras, vão se opor aos nossos pedidos, enfim, a gente sabe bem como a coisa funciona. A ideia da Disciplina Positiva é pensar criativamente em soluções para os problemas enfrentados em vez de punir a criança.

  • TOM DE VOZ E EXPRESSÃO FACIL –A neurociência mostrou que as crianças respondem mais ao tom de voz de um adulto do que às palavras que estão sendo ditas. Por isso, esteja sempre atento a forma com a qual você fala com o seu filho, deve ser sempre respeitosa e gentil. Preste atenção em sua expressão facial e em toda a sua linguagem corporal. Suas emoções moldam o comportamento do seu filho.

  • APENAS 1 PALAVRA – Usar apenas uma palavra, muitas vezes, é tudo     o que você precisa para um lembrete amigável.

Por exemplo: se o tênis do seu filho está no meio da sala e deveria estar no armário, você pode falar para o seu filho: tênis. Isso o ajuda a pensar e evita sermão da sua parte.

  • SAIBA ESCUTAR -Observe quantas vezes você interrompe o seu filho, de forma defensiva, dando opiniões, explicações ou conselhos. As crianças costumam estar dispostas a escutar depois que se sentirem ouvidas. Você pode fazer perguntas que convidam o seu filho a pensar: “Pode me dar um exemplo?”

Quando seu filho terminar de falar, pergunte se ele está pronto a escutar o que você tem a dizer.

  • DESENVOLVIMENTO INFANTIL – Quase sempre as crianças pequenas estão apenas agindo como crianças e não se comportando mal. Por isso é necessário saber as capacidades emocionais e cognitivas de cada fase. Exigir do seu filho um comportamento que ele não está pronto para alcançar irá gerar frustração, danos e estresse. Punir por comportamentos que fazem parte do desenvolvimento normal podem ser prejudiciais para o seu filho e para a relação entre vocês.

  • CONTROLE SEU COMPORTAMENTO – O exemplo é o melhor professor, então reflita um pouco sobre o que você está dando de exemplo.

Quando você se pegar reagindo ou expressando emoções de forma agitada ou agressiva, tenha um plano para te ajudar a controlar as suas ações: respire fundo, conte até 10 e coloque a mão sobre o seu coração. O seu filho irá aprender como lidar com estresse, frustração e raiva da forma que você lidar.

  • LIDANDO COM ERROS –Constantemente as crianças estão formando crenças sobre si mesmas. Um perigo que enfrentamos na educação dos nossos filhos é como reagir quando eles erram ou fracassam em alguma atividade. Precisamos entender que erros são oportunidades para aprender.

Você deve lidar com o erro de forma natural e fazer perguntas do tipo:

“O que você pode fazer em relação a isso?”

Ou “O que podemos aprender com isso?”

  • PEÇA DESCULPAS – Quando os pais assumem responsabilidade pelo que fizeram para criar o conflito (e para haver conflito são necessárias ao menos duas pessoas), as crianças geralmente querem seguir o exemplo e assumir a sua parte da responsabilidade.

Peça desculpas pela sua participação no conflito e receberá do seu

filho um pedido de desculpas.

Exemplo é tudo!

  • RESPEITO MÚTUO – Se você quer ensinar sobre respeito ao seu filho, deve começar a se respeitar.

Não é respeitoso com você permitir que seu filho bata em você ou grite com você. Caso isso aconteça, você deve se afastar

até que ele se acalme. Pegar a criança à força irá gerar resistência e rebeldia. Respeite o momento do seu filho sem deixar de se respeitar.

TÉCNICA “ERRES PARA A RECUPERAÇÃO DE ERROS”.

Ensine ao seu filho sobre os 3 Rs da recuperação de erros. Os erros fazem parte das nossas vidas. Eu erro, você erra, nossos filhos erram.

O erro pode ser visto como motivo para culpa e vergonha ou como uma grande oportunidade de aprendizagem. A Disciplina Positiva sugere trabalharmos com nossos filhos os 3 Rs da recuperação de erros. Quando erramos, o que devemos fazer?

1. Reconhecer – entender que erramos e admitir o erro.

2. Reconciliar – pedir desculpas para buscar uma

reconciliação.

3. Resolver – trabalhar juntos em uma solução.

Schedule appointment

Escolas fechadas, parques fechados, shopping não é uma ideia viável. O que fazer com as crianças durante o período de quarentena?

Esta é uma questão que permeia a cabeça de todos os pais neste período de isolamento, que ocorre em consequência   da Pandemia do vírus Corona (Covid-19).

Uma dificuldade é enorme, pois as crianças estão cheia de energia, o tempo disponível e as alternativas não são seguras neste cenário atual.

Veja abaixo algumas dicas de como usar o período de quarentena de uma forma produtiva.

  • 1- Estabeleça uma rotina: Estabeleça horários para acordar, brincar, estudar, comer e dormir. Criança precisa de rotina, pois  proporciona previsibilidade no seu dia.
  • 2 - Cozinhe coisas divertidas. Envolva a criança na escolha do cardápio e estabeleça tarefas seguras para sua idade na execução da receita.
  • 3- Jogos infantis.Dedique um momento para jogos com as crianças. Existem muitos jogos divertidos para se jogar em casa. Alguns exemplos são; Imagem e ação, jogo da velha, dama, ludo, banco imobiliário, forca, entre outros.
  • 4- Construa seu próprio brinquedo,Construir um brinquedo é um excelente forma de criar vinculo com a criança e também é um ótimo estímulo para criatividade.Clique abaixo e descubra algumas idéias de brinquedos caseiros.Jogos caseiros para crianças
  • 5 - Faça experiências.Existem várias experiencias fáceis e divertidas para fazer. Alguns exemplos são; massinha de modelar caseira, Pintura de gelo, mentos e coca-cola, erupção de cores, entre outras.Clique abaixo e descubra algumas ideias de experiencias para fazer em casa.Experimentos para se fazer com crianças.
  • 6 - Estipule tempo de estudos.Quarentena não é ferias, por isso é muito importante que a criança tenha contato com o conteúdo aprendido no contexto escolar. Tal medida minimiza as dificuldades no retorno escolar e proporciona a criança maiores oportunidades de aprendizado.
  • 7 - Veja filmes infantis:Veja filmes do interesse da criança. Crie um momento lúdico e estreite os laços. Ex. Faça um cinema em casa, com pipoca e doces.Este é um momento de auto preservação. É importante que todos, inclusive a criança entenda a importância da quarentena.Se houver dedicação de todos, este momento passará da forma mais amena possível.

Karina Santana

Karina Santana Neuropsicóloga Especialista em Terapia Cognitivo Comportamental

Vestibulum ante ipsum

Vestibulum ac diam sit amet quam vehicula elementum sed sit amet dui. Donec rutrum congue leo eget malesuada vestibulum.

Leave A Comment

one + 11 =